HP planeja separar área de PCs





    MERCADO                       

A HP está em negociações para comprar a fabricante de softwares inglesa Autonomy por 10,3 bilhões de dólares e analisa opções para sua divisão de computadores pessoais, incluindo uma divisão, uma vez que a gigante da tecnologia mira uma renovação do negócio para reavivar seu crescimento.
A HP, ícone no Vale do Silício que domina a indústria de computadores pessoais, anunciou que descontinuará o tablet e os telefones "TouchPad", baseados no sistema operacional WebOS, que não conseguiram conquistar os consumidores.
A notícia coincidiu com a divulgação dos resultados financeiros da companhia, revelados mais cedo que o esperado nesta quinta-feira.
A empresa afirmou que a receita do seu terceiro trimestre fiscal subiu para 31,2 bilhões de dólares em relação aos 30,7 bilhões de dólares um ano atrás, em linha com as expectativas do mercado.
A ação da companhia havia avançado brevemente para território positivo após uma notícia da Bloomberg sobre as negociações, quando o mercado comemorou sua ousada incursão no setor de software, de altas margens, assim como a separação da unidade de computadores, que enfrenta dificuldades.
Porém, os papéis recuaram diante dos resultados da HP, cedendo 3 por cento antes de suas negociações serem brevemente suspensas. A ação chegou a cair mais de 7 por cento pouco antes do fechamento do mercado.
O presidente-executivo da companhia norte-americana, Leo Apotheker, tem a missão de expandir a relativamente pequena, mas muito rentável, divisão de software, inclusive por meio de aquisições.
A unidade Personal Systems da HP --que pode ser colocada à venda-- inclui smartphones, tablets, o sistema operacional WebOS e PCs. A unidade gera cerca de 41 bilhões de dólares em receita, mas responde por apenas 13 por cento do lucro.
A decisão da HP de descontinuar o TouchPad --que chegou às lojas em julho e cuja campanha de marketing teve um grande orçamento -- segue-se à baixa demanda para o tablet com WebOS. Seu preço foi reduzido em 100 dólares um mês após o lançamento, em um mercado atualmente dominado pelo iPad, da Apple.
A HP afirmou que agora espera receita anual de 127,2 bilhões a 127,6 bilhões de dólares, redução frente à estimativa anterior de 129 bilhões a 130 bilhões.
A companhia também reduziu sua estimativa de lucro por ação para uma faixa de 3,59 a 3,70 dólares, em relação aos quase 4,27 dólares previstos anteriormente.


Falando nisso:

Um dia após esse anuncio da HP da divisão as ações da empresa registraram queda de 19,5 por cento.
As ações da Hewlett-Packard chegaram a se desvalorizar em mais de 20 por cento nesta sexta-feira, um dia após a maior fabricante mundial de computadores anunciar que pode separar sua divisão de computadores pessoais, além de reduzir sua projeção anual de ganhos, sinalizando uma grande reestruturação decorrente da forte queda nos gastos com tecnologia.

A projeção fraca da HP se seguiu à redução de estimativa de receita feita pela rival Dell no começo da semana, o que pressionou as ações de ambas empresas.




INFO

Seja o 1º a Comentar:

Licença Creative Commons
A obra DIGIDOWN de Henrique Oliveira foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em braindownloads.blogspot.com.
Permissões adicionais ao âmbito desta licença podem estar disponíveis em www.creativecommons.org.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics