#Youpix: Saiba tudo desse mega evento da internet. Fique por dentro.





>>> YOUPIX FESTIVAL                

>>>> O QUE É ?!   
Calcula-se que, a cada minuto, 78 milhões de brasileiros conectados à internet, despejam informações, desejos e preferências na rede. É desse bolo que saem as tendências que vão nortear a rede no futuro e que começam a ser discutidas no Youpix, considerado o maior festival brasileiro de cultura de internet. O evento acontece até esta quinta-feira, no Porão das Artes do Parque Ibirapuera, na Zona Sul de São Paulo.
Em sua oitava edição, o Youpix é realizado uma vez por semestre. O festival este ano acontece em um espaço maior, com três ambientes, e tem programações simultâneas: auditório, hub e cozinha - onde são executadas receitas culinárias divulgadas pela internet. A tendencia e repercussão do evento é tão grande que não saiu dos TTs nessa quarta feira.






>>>> TEMAS FAL@DOS    
Nessa quarta feira a plateia conversou sobre orkutização. Não se trata somente do orkut, e sim das pessoas interagirem ultimamente na internet mais socialmente do que antigamente para perguntas ou pesquisas.



A orkutização, termo em alta nas redes sociais nos últimos tempos, foi o tema de uma mesa redonda durante a tarde de hoje no YouPIX, evento que começou hoje e vai até sexta-feira em São Paulo. 
A orkutização pode ser classificada como a popularização de serviços ou adoção deles pelas classes populares. O atual crescimento do Facebook no Brasil seria um possível exemplo de orkutização.
Para a Elis Monteiro, mediadora do encontro, é um equívoco não querer compartilhar um ambiente chamado rede social. “Não é apenas a questão do miguxês, de evitar quem escreve errado online, mas sim um preconceito achar que aquilo é só seu”, afirmou ela.
Já o criador do tumblr Pobregr.am, George Macedo, imaginou o caminho inverso quando criou seu blog - uma sátira às fotos publicadas pelos usuários do aplicativo para iPhone, Instagram. “No Instagram, as pessoas apenas publicam fotos de comida boa, cerveja importada etc. Eu comecei a publicar fotos de coxinha e pão com mortadela e tubaína justamente para provocar essa discussão.” O tumblr emplacou e logo viralizou na web.
Sozinho na difícil tarefa de defender a prática, o criador do grupo “Pela não orkutização do Facebook” na rede social de Mark Zuckerberg, Bruno Antunes, apontou as correntes que replicam mensagens no mural como a causa de seu protesto. “Sou contra o uso mal feito. Aquelas mensagens que dizem ‘Cole isso em seu mural’”, esclareceu ele.
Por último, a coordenadora do programa AcessaSP e cientista da informação, Suzana Fukushima, disse que o termo é comumente usado em tom pejorativo e condenou a prática. “Convivo diariamente com pessoas para as quais uma sala de bate-papo online é uma novidade. Porém, essas pessoas, que não têm um nível educacional elevado, também querem se relacionar, querem produzir e compartilhar conteúdo. Nosso trabalho é justamente orientá-las”, apontou.


De acordo com uma pesquisa realizada pela empresa CNT/Sensus e divulgada ontem, o Orkut ainda é a rede social mais popular entre os usuários brasileiros, com 27,8% da população nacional inscrita nela. O Facebook aparece na segunda posição, com 15,8% de adesão, e o Twitter na terceira, com 8,8%.



As redes sociais estão sendo cada vez mais usadas no brasil e foi posto em pauta um assunto interessante: qual rede social o brasileiro mais gosta?
Numa pesquisa feita pela empresa Multifocus/NetQuest sobre o comportamento de usuários na internet divulgada durante o festival youPIX, em São Paulo, mostra que 17% dos entrevistados acham que o Orkut é destinado a "pessoas mais simples".
Segundo o levantamento, outros 17% consideram que as redes sociais estão sendo invadidas por pessoas de "classe mais baixa". Já 15% dizem não querer que pessoas de "classe baixa" usem as mesmas redes sociais que eles. Foram entrevistados 1.273 pessoas, sendo 50% com idade entre 21 a 30 anos, 48% com ensino superior completo e 35% com renda entre cinco e dez salários mínimos.


Você que curte navegar na internet quero pedir um minuto da sua atenção!
Querem acabar com a nossa liberdade na internet! Esse assunto é sério! Ja tentaram em 2009 e fracassaram e agora voltou essa ideia denovo!!!
Querem monitorar tudo o que fazemos! Cadê o nosso direito á liberdade de expressão??
A lei é conhecida como AI5 DIGITAL, ou seja, uma ditadura virtual!
Nela nada de downs ou ups! Sera crime você sera localizado e preso!
Você ta nessa?!
Assine esse protesto virtual e espalhe para amigos e familiares nas redes sociais!
Entre nessa luta pela liberdade digital. Sem monitoramentos, nem proibições...
Temos ate dia 24 pra evitar essa afronta á nossa liberdade digital!
Acesse e assine: avaaz.org/po/save_brazils_internet/?twi

Valeu pelo espaço de seu tempo! Você vai ver que valeu apena!
Até a próxima!
Diga NÃO!!!



Agora voltando ao Youpix... Para esta quinta-feira, a platéia será convidada a dizer, em um minuto, o que pensa da internet. É o evento Opinião na Web. Em seguida, será realizado um debate sobre liberdade na web e quais são os bônus e os ônus do livre exercício opinativo.
Mulheres blogueiras discutirão temas como dicas do lar, culinária e moda. A questão é: será que as blogueiras de hoje estão pensando como as mulheres do passado? O universo teen, que faz bombar nove entre dez assuntos na web, também será foco de debate. O objetivo é dimensionar a influência dos adolescentes na cultura da internet.
Segundo Bob Wolheim, organizador do evento e sócio fundador da Sixpix, produtora de conteúdo especializada em Geração Y (usuários de internet nascidos após 1980), o objetivo do Youpix é celebrar a cultura de internet, ou seja, o que os internautas estão produzindo o tempo inteiro (vídeos, blogs, sites, twitters).
- A gente reúne aqui essa galera que vive esse mundo intensamente, para discutir, celebrar, bater-papo, conhecer pessoas que eles conhecem apenas virtualmente - acrescenta.
Nesta quarta-feira, entre várias atrações, estiveram presentes no festival os vlogueiros Maurício Cid (Do Não Salvo) e PC Siqueira (canal Mas Poxa Vida e PC na TV@MTV) e Giovana Penate, (Garotas Geeks, blog voltado para cultura na internet só para meninas), Jamie Wilkinson (co-fundador do Know Your Meme, eleito entre os 50 top sites do ano pela revista Time).
O evento também contou com Henrique Portugal, tecladista da banda mineira Skank, que realizou uma apresentação interativa e musical sobre o SkankPlay, o primeiro videoclipe social brasileiro que permite que cada internauta crie seu próprio vídeo colaborativamente no site do grupo.
O evento vai das 15h30m a meia-noite. A entrada, permitida apenas para maiores de 18 anos, é gratuita.




>>>  Agradecimentos!! :)     
Terra tecnologia
O globo online
Info


Seja o 1º a Comentar:

Licença Creative Commons
A obra DIGIDOWN de Henrique Oliveira foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em braindownloads.blogspot.com.
Permissões adicionais ao âmbito desta licença podem estar disponíveis em www.creativecommons.org.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics